Portugal: preços de VO sob a lupa da autobiz

A empresa planeia emitir os seus primeiros valores de mercado para Portugal até ao início do segundo trimestre. O contexto é favorável. O país voltou a crescer em 2014. O seu PIB cresceu mais 1,5% em 2015, após um aumento de 0,9% em 2014.

Depois da Espanha, em 2013, a autobiz lançou o seu programa de estudos em Portugal. Assim, a empresa demonstra a sua capacidade de fornecer valores fiáveis em mercados de VO de média dimensão.

 

A pedido dos seus clientes de Grandes Contas, a autobiz lançou o seu programa de avaliações em Portugal. Este anúncio reflete o progresso da empresa, que agora oferece os seus serviços com um nível equivalente de qualidade para mercados onde menos de um milhão de VO são negociados por ano.

 

"Os recentes e significativos avanços estatísticos do nosso departamento de investigação e desenvolvimento nos nossos algoritmos permitem-nos lidar agora com mercados da dimensão de Portugal", refere Emmanuel Labi, diretor-geral delegado da autobiz SA. E acrescenta: "Suíça e Áustria são os próximos países da nossa lista."

 

A empresa planeia emitir os seus primeiros valores de mercado para Portugal até ao início do segundo trimestre. O contexto é favorável. O país voltou a crescer em 2014. O seu PIB cresceu mais 1,5% em 2015, após um aumento de 0,9% em 2014.

 

As vendas no setor automóvel seguem essa tendência. As matrículas de carros novos saltaram quase 25% no ano passado, para 178 500 unidades, e devem aumentar 5% este ano e 3% em 2017, de acordo com a Associação Automóvel de Portugal, a ACAP.

 

Portugal reforça o conjunto de 25 países em que a empresa implementa os seus serviços de informação comercial, como o Brasil em 2014, a China em 2015 e a Índia desde o início do ano.