Monk e autobiz celebram uma parceria para o reconhecimento de danos

Este acordo tem como objetivo associar a tecnologia avançada de reconhecimento de danos por imagens da start-up francesa Monk à experiência da autobiz, um líder europeu da avaliação automóvel. Este produto é o resultado da I&D conjunta das duas empresas.

O reconhecimento de danos ao alcance de um smartphone

A parceria entre duas empresas de tecnologia francesa procura tornar fiável e simplificar o processo de inspeção de veículos, no âmbito da sua retoma num ponto de venda ou remotamente.  Através da sua parceria, a autobiz e a Monk estarão entre as primeiras na Europa a colocar o poder do reconhecimento de danos ao serviço dos profissionais. O objetivo é integrar essa tecnologia no software de retoma da autobiz da forma mais eficiente possível para uma utilização prática no dia a dia por todos os profissionais da fileira de usados.  A solução desenvolvida funciona com um smartphone sem investimentos pesados e vinculativos em equipamento fixo e espaços dedicados.

 

Durante uma retoma, o profissional deve gerir várias condições: ser rápido e eficiente perante o cliente, fazer o levantamento rigoroso de todos os custos do veículo para controlar os seus FREVO (Frais de Remise en Etat de Véhicules d'Occasion/Custos de Reabilitação de Veículos de Ocasião), gerar uma descrição detalhada para revender os veículos retomados mais rapidamente e, finalmente, calcular os preços de retoma e revenda com a máxima segurança e precisão possível para otimizar as suas margens.

 

Num contexto em que o mercado de ocasião em 2021 estará necessariamente sob tensão, simplificar o processo de vendas de ocasião só pode ajudar os seus intervenientes na busca de eficiência e, assim, otimizar o tempo gasto na relação com o cliente.

 

"Já usamos inteligência artificial para o cálculo automatizado de preços de retoma, com grande sucesso.  Mais de 90% das nossas decisões de compra de ponto de venda são calculadas pelos nossos algoritmos.  Após uma inspeção, em alguns minutos, os nossos programas identificam o veículo, calculam os "frevo", avaliam os riscos de retoma, determinam o melhor canal de revenda e fornecem um preço garantido aos nossos parceiros.  Juntar a inteligência artificial da Monk aos nossos processos reduzirá ainda mais o tempo necessário para a inspeção e homogeneizará os levantamentos de custos entre os vendedores", precisa Emmanuel Labi, Diretor-Geral da autobiz.

 

Potencial imediato de mais de 4500 pontos de venda para os utilizadores

Através deste programa de cooperação, a autobiz fornece à Monk dezenas de milhares de conjuntos de dados provenientes das suas ferramentas, além de uma plataforma de testes de mais de 100 compradores profissionais. A partir do primeiro trimestre de 2020, poderão beneficiar desta inovação mais de 4500 pontos de venda e 8 construtores já clientes de soluções de retoma da autobiz.

 

"Estamos muito orgulhosos de anunciar essa parceria com a autobiz, um agente europeu histórico que colocará a tecnologia e a inteligência artificial da Monk nas mãos de milhares de concessionárias de automóveis. Com esta parceria demonstramos juntos que o processo de compra de um veículo de ocasião pode ser feito em grande parte remotamente graças aos nossos algoritmos, tudo isso em grande escala. Este projeto conjunto permitirá que muitos intervenientes de remarketing acedam às ferramentas que ao longo de vários meses desenvolvemos para a sua fileira. A combinação da nossa competência com o profissionalismo dos executivos da autobiz são fundamentais para a Monk", acrescenta Aboubakr Laraki, cofundador e CEO da Monk.

 

Sobre a Monk

A Monk é uma start-up cuja competência em inteligência artificial de alto nível se aplica à deteção de danos em automóveis. A sua solução permite detetar danos num veículo com base em fotografias tiradas, quer por profissionais do setor, quer por condutores não especialistas, nas quais reconhecerá as peças do carro envolvidas e os danos presentes, tudo por uma fração do custo habitual desse processo não automatizado. A Monk trabalha com líderes industriais nos respetivos setores, como a Getaround, a Porsche e a Bosch.

 

Sobre a autobiz

Desde 2004, a autobiz apoia todos os agentes da indústria automóvel na Europa, graças a soluções de avaliação e de retoma. Esse apoio baseia-se em 16 anos de dados históricos, bem como no conhecimento da Internet, no software e na experiência dos 160 funcionários da empresa. Atualmente sediada em La Défense (92), a autobiz também possui escritórios em Berlim, Valência (Espanha) e Milão. A autobiz acompanha mais de 15 líderes em remarketing de ocasião (construtores, bancos, locadores, leiloeiros, etc.), bem como 4500 pontos de venda em 18 países da Europa.