A avaliação da autobiz rola para o Brasil

O Brasil tem um forte potencial para a autobiz. Depois de iniciar a recolha de dados em abril de 2011, a empresa está a lançar a sua avaliação para o mercado brasileiro de veículos de ocasião. Num contexto de crise no Brasil, a procura por automóveis está agora focada em VO recentes.

A autobiz continua a cobrir os principais mercados mundiais a pedido dos seus clientes de Grandes Contas. A empresa lança hoje a sua avaliação para o mercado brasileiro de veículos de ocasião, tendo iniciado a recolha de dados em abril de 2011.

 

O Brasil tem um forte potencial para a autobiz, que já está a realizar levantamentos de preços nos mercados de veículos de ocasião (VO) de 25 países. A empresa está agora em posição de oferecer a sua avaliação e o seu observatório de transações.

 

"Começamos esse projeto há exatamente cinco anos. O seu nível de maturidade é suficiente para começar a comercializar os nossos serviços junto dos profissionais de VO", disse Emmanuel Labi, diretor-geral da autobiz. "Os construtores e as suas redes, os comerciantes de VO, as seguradoras e os especialistas do ramo automóvel agora têm uma poderosa ferramenta de suporte analítico e de decisão."

 

Num contexto de crise no Brasil, a procura por automóveis está agora focada em VO recentes. As matrículas de veículos novos têm vindo a diminuir nos últimos 3 anos. De 4 milhões de unidades em 2012, caíram para 3,5 milhões em 2014 e 2,6 milhões em 2015 (-26,7%). Em comparação, num mercado de VO estável em 2015 em quase 10 milhões de unidades, as vendas de veículos com 3 anos ou menos estão a crescer de forma particularmente rápida. Aumentaram 23,8% no primeiro trimestre de 2016, após um aumento de 33,6% em 2015, para quase 4 milhões de unidades**.

 

"Uma fiscalidade desfavorável no crédito ao consumido incentiva os compradores a recorrerem aos VO recentes. Estes depreciam menos, o que reduz a quantidade de pagamentos mensais a pagar", observa Emmanuel Labi.

 

Para a autobiz, a próxima etapa será implementar a sua ferramenta autobizMarket para distribuidores nacionais.

No Brasil, a empresa também monitoriza o mercado imobiliário desde 2012.

 

fonte Fenabrave - **fonte Fenauto